Esta maratona, definitivamente, será uma maratona diferente de todas as outras. qx9s 6112210480large_2

Inicialmente chamei-a de "maratona pirata", porém acho que é mais uma "maratona solidária".

Apesar de ter chips para controlar o tempo de chegada, não terá o trânsito cortado (pelo menos na maior parte do seu percurso).

Porém, a prova terá os quilómetros marcados, abastecimentos regulares, classificações "artesanais", t-shirts para todos e, principalmente, muito convívio.

O ponto de encontro dos atletas será no Torre de Belém às 6h45 para que às 7h00 os autocarros dirijam-se à partida (Estrada da Lagoa Azul, Penha Longa)NÃO HAVERÁ TOLERÂNCIA EM TERMOS DE HORAS, OS AUTOCARROS PARTIRÃO RIGOROSAMENTE ÀS 7H00, até porque prevê-se algum calor para o dia da prova.

O uso da t-shirt que iremos fornecer, é obrigatório. Será uma t-shirt técnica de elevada qualidade e conforto. As t-shirts são personalizadas. Não haverá dorsais.

O apoio aos atletas será dado por voluntários, que serão amigos e familiares dos participantes e por todas as pessoas que queiram juntar-se a nós para o apoio às instituições. Como iremos correr em espaços públicos, teremos todo o gosto que todos juntem-se a nós para correr ou caminhar na parte do percurso entre o Guincho e a chegada (são passeios e ciclovias). Ninguém deve correr nas estradas, principalmente na marginal, visto o trânsito não estar cortado!

Gostaríamos que todos os voluntários e apoiantes adquirissem uma camisola, cujos fundos reverterão integralmente para as nossas causas sociais. Poderá fazer a sua inscrição neste site.

No final teremos um pequeno lanche para que todos esperem até ao último participante, seguido de almoço informal.

Muito importante referir, não estamos perante uma competição, estamos perante uma prova individual na qual todos pretendem completar a mítica distância. No dia que estou a escrever este texto, tenho a promessa de participação de cerca de 3 dezenas de estreantes na distância e de, pelo menos, quatro maratonistas que farão toda a prova a caminhar.

Se escolheu esta prova para fazer a sua melhor marca pessoal, fez uma opção errada, a exemplo das Maratonas de Boston, Nova Iorque, entre outras, esta prova não cumpre os requisitos para a homologação de resultados, pelo que, desejamos apenas que tenha um dia de grande alegria, convívio ... e algum sofrimento.

A contribuição mínima que pedimos para a inscrição é de € 50,00 para cada maratonista, porém não existe limite para aceitarmos o seu contributo. 

Lembre-se, esta prova não tem qualquer fim lucrativo e não disponibilizará grandes meios aos participantes, pelo que quase a totalidade do valor da contribuição reverterá para uma causa social.

NOTA FINAL IMPORTANTE: Ao inscrever-se nesta prova está a assumir um compromisso de correr os 42915 metros. É um grande objectivo que partam 100 atletas ... e terminem 100 atletas. Caso após a inscrição ocorra algum imprevisto, tente arranjar um substituto ou fale conosco para servirmos a lista de espera. 

 

PROGRAMA:

 

6h45 — Torre de Belém: entrega dos camisolas (personalizadas) e chips

7h00 — Torre de Belém: partida dos autocarros para a Estrada da Lagoa Azul

7h30 — hora prevista de chegada dos autocarros à partida

7h45 — briefing

8h00 — partida da maratona

10h02 — chegada do vencedor com novo record mundial (que não poderá ser homologado porque, à exemplo do que ocorre em Boston e NY, não são cumpridas as regras da distância entre a partida e chegada) — caso os primeiros não consigam baixar das 2h02 serão impedidos de prosseguir e terão que esperar pelos não profissionais.

11h20-11h40 — chegada dos primeiros atletas não profissionais

11h20-14h00 — estadia na zona de descanso, onde haverá bebidas (cerveja inclusive) e fruta.

14h00 — hora prevista de chegada dos últimos participantes.

14h01 — almoço para todos os maratonistas

As pessoas poderão dirigir-se para o local do almoço mais cedo e tomar banho “à mangueirada” e na piscina.

Prevê-se uma tarde quente. Trazer toalha e roupa de piscina.

O almoço é totalmente informal, onde haverá principalmente alegria e convívio, acompanhados de sopa, carne, cerveja, refrigerantes e água.

Morada do almoço: Rua S. Francisco Xavier,94 (dista cerca de 1km da chegada).

Como muitas pessoas têm questionado e oferecido para ajudar, digo a todos que, quem quiser, não sendo necessário, podem trazer alguma entrada, sobremesa, vinho ou digestivo.


PONTOS A RETER

  • Teremos 8 postos de abastecimento (5 em 5km) todos com água e alguns deles com PowerGel e com PowerBar líquido (bebida energética)
  • O percurso está assinalado
  • Teremos alguns ciclistas a dar apoio e acompanhamento
  • O trânsito não estará cortado


DESCRIÇÃO DA MARATONA

Em Lisboa:

Torre de Belém, junto ao avião, 6h45.

Os autocarros partirão rigorosamente às 7h00.

Teremos uma pequena carrinha para trazer coisas pequenas dos participantes da partida para a chegada. Mas não haverá nenhum sistema de controlo com sacos, pelo que recomendamos que leve poucas coisas e que não inclua nada valioso.

Nessa altura serão distribuídas as tshirts personalizadas e os chips com os quais deverão correr.

Apesar de serem tshirts de gama alta da ASICS, são tshirts novas com as quais ninguém treinou. Recomendo a aplicação de vaselina nas partes mais sensíveis da pele.

Na Estrada da Penha Longa:

Todos os participantes deverão sair dos autocarros e não deixar nada no seu interior. Não voltaremos a ver os autocarros.

No local da partida não haverá sanitários. Teremos apenas algumas garrafas de água para os participantes.

Até as 7h45 os pertences que pretendem fazer chegar à meta deverão estar entregues na carrinha.

Às 7h45 vai ser feito uma pequena explicação sobre o percurso e serão relembradas as regras da nossa Maratona.

Alguns participantes irão partir antes, visto pretender fazer toda a prova a caminhar — apesar que eles caminham mais depressa que alguns de nós a correr! — isto não deve ser visto com estranheza pelos corredores.

A partida:

A partida será dada rigorosamente às 8h00 è prevê-se algum calor, não pode haver atrasos.

Teremos acompanhamento policial nos primeiros quilómetros, mas o trânsito não estará cortado, pelo que toda a atenção é necessária. A organização não poderá ser responsabilizada por eventuais acidentes.

Os primeiros quilómetros:

O percurso está todo assinalado com placas brancas com setas. Teremos placas a todos os quilómetros. Portanto, enganar-se no percurso só poderá ocorrer a quem esteja distraído.

Há sempre o risco de uma placa ser retirada por terceiros, por isso, vou fazer uma breve descrição do percurso.

Na fase inicial fase teremos acompanhamento policial e só existirão 2 ou 3 pontos que o participantes poderão ter dúvidas sobre o percurso. O objectivo é chegar ao Guincho passando pela Malveira da Serra. Deveremos seguir sempre pelo caminho principal e todas as saídas serão para a direita excepto quando se vir uma subida para os Capuchos (não, não iremos subir mais) e o cruzamento da Malveira da Serra, que está claramente assinalado para o Guincho (e é a descer).

Os primeiros quilómetros são os mais enganadores de toda a Maratona. Todo o cuidado e atenção serão poucos.

Até ao Km 3 há uma ligeira ondulação, mas predominantemente a descer. Será óptimo para o aquecimento, não vale a pena grande excitação, porque isso poderá sair caro!

Seguem-se quase 2 km MUITO difíceis, teremos que vencer um desnível de 170m. Para quem não está habituado a estes dados, aviso que é uma subida íngreme, mas com uma bela paisagem.

No topo da subida estará instalado o primeiro posto de abastecimento.

A recompensa da subida serão 6 km com um desnível de quase 300m, no meu entender a parte mais bela do percurso. Teremos a hipótese de recuperar o tempo perdido e o desgaste da subida. Mas não convém abusar, quando chegarmos ao mar ainda teremos 30km pela frente.

Estrada do Guincho até Cascais

A partir daqui não voltaremos a ter acompanhamento das autoridades. Deveremos ter atenção redobrada.

O risco de engano será quase nulo! Existe uma regra, sempre o mais junto ao mar possível (com o mar do lado direito, a não ser que alguém queira fazer um percurso de ida e volta!).

Será nessa estrada que juntar-se-ão os participantes que irão ajudar-nos durante 30km.

Deveremos seguir SEMPRE pela ciclovia até chegarmos à Marina de Cascais. Em certos pontos do percurso existem ciclovias dos dois lados da estrada. Recomendo muito cuidado a atravessar a estrada, caso pretendam mudar de lado.

Existe um atravessamento de estrada obrigatório no final da estrada do Guincho. Apesar de haver passadeira, devemos ter o máximo cuidado.

Por volta dos 20km, quando teremos o nosso terceiro abastecimento, temos cerca de 1km onde não existe ciclovia e teremos que correr pelo passeio .

A Meia-Maratona fica exatamente junto à baia de Cascais.

No centro de Cascais é o único ponto que deveremos ter mais atenção. Após passar a baía de Cascais (Câmara Municipal), obrigatoriamente vira-se à esquerda e após 250m vira-se à direita para uma via pedonal (Rua Frederico Arouca). Segue-se sempre em frente, quando chegaremos à praia e encontraremos o passeio marítimo de Cascais. Importante: nunca esquecer que estaremos com o mar à direita e o comboio à esquerda.

Mesmo à entrada do passeio marítimo juntar-se-ão os participantes que irão ajudar-nos durante 20km.

Após o abastecimento dos 25km teremos que ir correr para o passeio da Marginal Cascais-Lisboa durante cerca de 5km.

Entraremos para o Passeio Marítimo em Carcavelos, logo depois teremos o abastecimento dos 30km.

Em Oeiras juntar-se-ão os participantes que irão ajudar-nos durante os últimos 10km.

Entre Paço d’Arcos e Caxias teremos mais 2km em passeio, desta feita teremos trechos com passeio bastante estreito.

Em Caxias teremos 1,5km de Passeio Marítimo. No final do passeio marítimo teremos uma corrente para ultrapassar, passar por baixo do túnel do comboio e virar à direita (este será o único troço de percurso no qual teremos o comboio à nossa direita). Estaremos aí com 39km de prova, onde será dado o último abastecimento.

Após a passagem pela estação teremos um troço de 50m empedrado e depois uma ponte metálica.

Após a ponte metálica virar à esquerda e passar por baixo da ponte e entrar num caminho de terra.

Será 1km de terra batida e depois 700 metros de alcatrão fechados ao trânsito.

Nessa altura chegaremos a Algés (41km), seguiremos pela estrada que não estará encerrada ao trânsito.

Seguir sempre pelo passeio em frente, com cuidado redobrado ... quando, finalmente, poderemos virar para a Torre de Belém.

Após passar pelo grandioso monumento, do nosso lado esquerdo estará instalada a desejada meta!

A minha centésima maratona estará cumprida (espero eu!).


Back to Top